Terça-feira, 06 de Março de 2012

Observo-te entre a mudança

Invejo quem te possui

Quem poderias ser tu

Senão a eterna esperança

 

Entre risos e sonhos grandiosos

De espírito livre, de olhos curiosos

Tracei eu caminhos futuros

Em ti unicamente confiando

 

Sem ti seria mais fácil

Contigo eu entenderia

Que, não só mais fácil não é

Como por ti não mais morreria

 

Dou por mim a deambular

Paro, olho e aguardo

Certamente estarás a chegar

Que me queres tu afinal?

 

 

“Meu nome é esperança

  Sou gente, pessoa e criação

  Poucos me querem por paixão

  Todos me têm por obrigação”

 

“De complexidade sou feito

  Da caixa Pandora sou o eleito

  Não mais grites por mim

  Que daqui nunca eu saí”



publicado por Janinha às 16:09
mais sobre mim
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO