Quinta-feira, 15 de Julho de 2010

És sentimento inimaginável

És a dor do comportamento

És a amargura do pensamento

És venemo amargo, intragável

 

Escondido por sonhos, desejos e ambições

Vives ocultado por teimosas contradições

Que te moldam a disforme aparência

Que te encobrem a importante existência

 

És o atroz, o cruel e o amargo sentimento

Se não fosses tu a incapacidade

O morto sentimento, a cruel verdade

Talvez por instantes acreditassem

Que me teimo a ser mais que mediocridade



publicado por Janinha às 18:13
mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO